MATRICULE-SE!
Obtenha seu CREA e trabalhe em qualquer Estado do Brasil

Ramo da Agrimensura

Matéria publicada na revista Globo Rural em Abril de 2015.

O trabalho do Agrimensor, muitas vezes, pode passar despercebido, mas é necessário para viabilizar obras, construções e até mesmo a regularização fundiária de uma localidade. E quando se fala em regularização fundiária, é possível ter uma ideia do tamanho do serviço. Segundo Francisco Sales, há regiões do Brasil em que municípios inteiros estão sobre terras devolutas. Ramo específico da engenharia, a agrimensura tem como peculiaridade estar associada a todos os outros. É a área responsável por fazer os levantamentos territoriais e as medições de um local que será demarcado ou receberá alguma construção. E isso vale para qualquer área, seja urbana ou rural. As medições podem ser feitas usando topografia, imagens de satélite ou GPS, em que se busca determinar com precisão os marcos de um terreno. No Brasil, existem, atualmente 5,247 mil profissionais da área registrados, de acordo com o sistema Confea/Crea, entidade que reúne os engenheiros do país. A maior parte desses agrimensores está no Sudeste (3,34 mil). Depois aparecem Nordeste (1,017 mil), Sul (554), Centro-Oeste (311) e Norte (35). O Estado com o maior número de profissionais registrados é Minas Gerais, com 1,827 mil. A maior demanda pelo trabalho dos agrimensores atualmente, diz Francisco Sales, está na zona urbana, principalmente em função de zoneamentos e planos diretores municipais. “As cidades brasileiras não têm um cadastro confiável”, afirma Sales.

Escola Paulista de Agrimensura

Rua Araritaguaba, 804 - Vila Maria - São Paulo - SP - CEP 02122-010

Telefones: 011 2631-0604 - 011 2955-0296

Globo Reporter

Especial Profissões - Agrimensura I

Assista a reportagem clicando na imagem

Globo Reporter

Especial Profissões - Agrimensura II

Assista a reportagem clicando na imagem
011 2631-0604
Escola Paulista de Agrimensura Rua Araritaguaba, 804 - Vila Maria - São Paulo - SP - CEP 02122-010 Telefones: 011 2631-0604 - 011 2955-0296

Ramo da Agrimensura

Matéria publicada na revista Globo Rural em Abril de 2015.

O trabalho do Agrimensor, muitas vezes, pode passar despercebido, mas é necessário para viabilizar obras, construções e até mesmo a regularização fundiária de uma localidade. E quando se fala em regularização fundiária, é possível ter uma ideia do tamanho do serviço. Segundo Francisco Sales, há regiões do Brasil em que municípios inteiros estão sobre terras devolutas. Ramo específico da engenharia, a agrimensura tem como peculiaridade estar associada a todos os outros. É a área responsável por fazer os levantamentos territoriais e as medições de um local que será demarcado ou receberá alguma construção. E isso vale para qualquer área, seja urbana ou rural. As medições podem ser feitas usando topografia, imagens de satélite ou GPS, em que se busca determinar com precisão os marcos de um terreno. No Brasil, existem, atualmente 5,247 mil profissionais da área registrados, de acordo com o sistema Confea/Crea, entidade que reúne os engenheiros do país. A maior parte desses agrimensores está no Sudeste (3,34 mil). Depois aparecem Nordeste (1,017 mil), Sul (554), Centro-Oeste (311) e Norte (35). O Estado com o maior número de profissionais registrados é Minas Gerais, com 1,827 mil. A maior demanda pelo trabalho dos agrimensores atualmente, diz Francisco Sales, está na zona urbana, principalmente em função de zoneamentos e planos diretores municipais. “As cidades brasileiras não têm um cadastro confiável”, afirma Sales.

Rua Araritaguaba, 804 - Vila Maria - São Paulo - SP - CEP 02122-010

Telefones: 011 2631-0604 - 011 2955-0296

Globo Reporter

Especial Profissões - Agrimensura I

Assista a reportagem clicando na imagem

Globo Reporter

Especial Profissões - Agrimensura II

Assista a reportagem clicando na imagem
011 2631-0604
Escola Paulista de Agrimensura Rua Araritaguaba, 804 - Vila Maria - São Paulo - SP - CEP 02122-010 Telefones: 011 2631-0604 - 011 2955-0296 MATRICULE-SE!
Obtenha seu CREA e trabalhe em qualquer Estado do Brasil